Espaço Assembleia Cidadã vence prêmio nacional em evento da Unale

Espaço Assembleia Cidadã vence prêmio nacional em evento da Unale

A Assembleia Legislativa do Espírito Santo é a que tem o melhor atendimento ao cidadão do país. O projeto “Espaço Assembleia Cidadã” foi consagrado campeão nesta sexta-feira (22) na categoria “Atendimento ao Cidadão” da primeira edição do Prêmio Assembleia Cidadã, promovido pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale). A premiação ocorreu durante a 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), em Salvador (BA). A Assembleia também conquistou o 2º lugar na categoria “Gestão” com o projeto “Ales Digital”.

Trinta e cinco projetos foram inscritos no prêmio, que tinha três categorias: “Gestão”, “Atendimento ao Cidadão” e “Projetos Especiais”. Foram, então, selecionados três por categorias para a fase final. O prêmio para cada categoria vencedora é de R$ 20 mil e deve ser revertido para melhorias dos projetos das Casas legislativas. Além do dinheiro, cada Parlamento premiado recebe um troféu transitório e o direito de usar o selo Assembleia Cidadã.

Os projetos – O Espaço Assembleia Cidadã é uma iniciativa que reúne diversos serviços voltados para a população, como Posto de Identificação da Polícia Civil para emissão de Carteiras de Identidade; Procon Assembleia, Procuradoria Especial da Mulher, Delegacia de Defesa do Consumidor, Defensoria Pública, Biblioteca e agências bancárias.

O Ales Digital vem diminuindo consideravelmente o uso do papel na Casa, tanto no trabalho legislativo quanto no administrativo. No âmbito legislativo os deputados já protocolam seus projetos através do sistema que conta com certificação digital, pessoal e intransferível. Já no administrativo, solicitações cotidianas de servidores ao setor de Recursos Humanos, por exemplo, somente são possíveis de forma virtual. Graças ao avanço da virtualização de processos e tramitações, o Ales Digital representa economia para os cofres públicos, maior transparência e eficiência dos atos.

Add Comment